Domingo, 27 de Setembro de 2020
Pernambuco

Sequência de queda de roubos em Pernambuco chega ao 29º mês seguido

Publicada em 13/02/20 às 16:47h - 177 visualizações

por FolhaPE


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Reprodução)

O mês de janeiro de 2020 registrou queda de 11,2% no número de roubos em todo o Estado de Pernambuco, quando comparado ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgado nesta quinta-feira (13) pela Secretaria de Defesa Social (SDS).

O declínio foi de 6.860 ocorrências em 2019 para 6.092 em 2020, uma redução de 768 casos no mês de janeiro. Com esses dados, Pernambuco registra 29 meses de queda no número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), de acordo com a SDS.

Entre os locais com menos registros de roubos, o Recife se destacou com queda de 21,91% nos casos, no confronto entre os primeiros meses de 2020 e de 2019. Na capital pernambucana, as notificações baixaram de 2.488 para 1.943 nesse período.

Uma das causas apontadas pela pasta para a diminuição dos números são as operações permanentes de combate a roubos nas áreas do Centro do Recife e no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul da Capital. No bairro, a média de redução foi ainda maior, chegando a – 41,1% na Operação Agamenon Magalhães que registrou 33 roubos em janeiro deste ano, contra 56 em janeiro de 2019 – uma redução de 23 casos.

A Operação Boa Viagem apontou diminuição de 31,1% no número de roubos, que passaram de 241 no primeiro mês do ano de 2019, para 166 em janeiro de 2020. Já a Operação Cerne, que abrange a segurança nos bairros do Centro do Recife, finalizou janeiro com redução de 15,8%, passando de 292 crimes notificados em janeiro de 2019, para 246 em 2020.

Os demais 14 municípios da Região Metropolitana do Recife apresentaram variação de -8,75%, passando de 2.079 para 1.897 casos registrados. Já no Sertão do Estado, o recuo foi de 5,05% (de 376 para 357). O Agreste e a Zona da Mata tiveram declínio de 1,2% e 0,95%, respectivamente, ao diminuir de 1.284 para 1.268 e de 633 para 627.

De acordo com o secretário estadual de Defesa Social, Antonio de Pádua, o reforço no efetivo das forças de segurança neste início de ano é uma das estratégias adotadas pelo Governo de Pernambuco para seguir avançando no combate aos CVPs. “Em janeiro já fortalecemos o policiamento ostensivo nas ruas, com mais 500 novos soldados que ingressaram na Polícia Militar de Pernambuco, e continuamos esse reforço em fevereiro, quando mais 400 agentes de Polícia Civil se integraram aos quadros da segurança pública para agilizar as investigações”, afirmou o secretário, informando que a presença das polícias no calendário de Carnaval deste ano aumentou 7,84% em comparação a 2019.

“O investimento é de R$ 10,2 milhões. Sem dúvida, estaremos empenhados, de maneira integrada com diversas esferas de governo, para proporcionar uma festa de paz e tranquilidade do Litoral ao Sertão”.

A SDS contabilizou ainda o número de prisões em flagrante que chegou a 3.339 em janeiro deste ano. Também foi divulgada a apreensão de 497 adolescentes autuados por ato infracional. Além disso, 442 armas foram apreendidas no mês, em que também foram efetuadas autuações em 445 ocorrências por tráfico de entorpecentes.

Os furtos e roubos contra instituições financeiras diminuíram 67% em janeiro de 2020 na comparação a janeiro de 2019, segundo a SDS. A retração foi de três para um, com o único registro de roubo a carro-forte. Nenhum caixa eletrônico ou agência bancária foi alvo de investida consumada por criminosos no primeiro mês do ano.

 

Alerta Celular

O número de celulares recuperados em janeiro de 2020 subiu 16%. No mês inicial de 2019 houve 724 apreensões de aparelhos suspeitos de roubo ou furto, já em 2020 foram 842 celulares recuperados. Segundo a SDS, desde que o programa Alerta Celular foi criado, em março de 2017, 18.931 telefones foram recuperados.

Para possibilitar que os verdadeiros donos possam ter seus aparelhos de volta, a SDS orienta que a população cadastre o código IMEI de seus telefones no Programa Alerta Celular através do site www.sds.pe.gov.br.

Caso seja vítima de roubo ou furto, o cidadão deve prestar o boletim de ocorrência. Assim, nas abordagens, os policiais poderão consultar se os aparelhos apreendidos possuem registro de roubo ou furto no Alerta Celular, devolvendo-os aos donos.

 

Com o auxílio do programa, Pernambuco registrou redução de 7% no número de roubos a celular em janeiro deste ano, em relação ao mesmo mês de 2019, passando de 2.621 casos para 2.431. 


ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (87) 9-9661-1561

Visitas: 8209386
Usuários Online: 88
Copyright (c) 2020 - Filó Notícias.Net - Filó Noticias.Net Conectando você ao Mundo das Informações.